28 de maio de 2015

Sonho Intrigante – Ajudando a combater a fome mundial

Trago a vocês mais um sonho intrigante que tive. Já faz uns 5 anos que tive esse sonho.

Sonhei que estava andando numa rua, num dia claro e uma mulher me abordou usando um jaleco e me apresentou 2 chips – parecidos com os chips de celular. E disse que sua equipe havia desenvolvido uma tecnologia de miniaturização de alimentos.

Perguntei como funcionava, e ela me explicou.

- Simples! Basta colocar um chip na ponta do dedo indicador e o outro no polegar. Aí, você apoia o alimentos entre esses 2 chips, pressiona e ele encolhe.

No momento da demonstração, eu usei uma cenoura. Coloquei como ela orientou: um chip na ponta do dedo indicador, outro no polegar e segurei a cenoura entre os 2 chips e fui fazendo fechando os dedos, numa espécie de compressão.


É como se fosse o "WinZip" dos alimentos

- Como isso é possível? Indaguei!

A pesquisadora, então me respondeu que, a tecnologia desenvolvida por eles funcionava da seguinte maneira:

- Os chips escaneiam o objeto e eliminam as células repetidas. Assim, é possível diminuir o tamanho dos alimentos sem alterar sua forma.

Hã?!? Agora eu tô sonhando com direito a explicação científica?!? Esse não é o primeiro. Teve aquele da máquina antigravidade que permitia que eu voasse...

E continuou:

- No entanto, nós estamos trabalhando no processo inverso dessa tecnologia. Nosso objetivo é desenvolver um chip que cause o aumento do tamanho dos alimentos. Nossa perspectiva é acabar com a fome mundial.

Nesse instante, eu abri a carteira e assinei um cheque de 20 milhões de reais, para ajudar a causa!

Achou que a parte mais doida do sonho foi a cenourinha ou a doação de 20 milhões de reais?

Alimentos Gigantes
Vez por outra, surge no noticiário um produtor rural que colheu uma fruta ou vegetal gigante.

Campeonato de abóboras gigantes.

Biologicamente falando, o aumento do tamanho das frutas ou vegetais é ocasionado por uma alteração genética, caracterizada pelo aumento do número de cromossomos, conhecida como poliploidia.

Seriam os alimentos gigantes uma forma de acabar com a fome mundial?
As frutas gigantes têm uso limitado. Como praticamente 98% de sua composição é água, e elas contêm relativamente pouco açúcar e pouco amido, falta sabor. Como as variedades gigantes tendem a produzir apenas um fruto por planta e precisam ser muito bem alimentadas e irrigadas, esse tipo de legume é economicamente inviável em larga escala.¹

Além do mais, alguns estudos mostram que há diminuição da fertilidade da planta.

Dessa forma, cultivar ou induzir este tipo de alteração genética poderia ser uma alternativa para produção de mais alimentos?

Já havia lido em algum lugar que o problema da fome mundial não era a quantidade insuficiente de alimentos produzidos, mas sim, a falta de acesso a estes. Não quis procurar mais fontes para corroborar com isso. Vejam o que o coordenador-geral de Ações Internacionais de Combate à Fome do Ministério das Relações Exteriores falou uma vez sobre o assunto:
O problema da fome no mundo não se deve à produção de alimentos, mas à falta de acesso a eles. A afirmação foi feita pelo coordenador-geral de Ações Internacionais de Combate à Fome do Ministério das Relações Exteriores (MRE), Milton Rondó Filho. Ele participou de audiência pública que discutiu, nesta terça-feira (22), na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), as ações nacionais e internacionais de combate à fome e à miséria.

Na avaliação de Rondó Filho, a quantidade de alimentos produzidos em todo o mundo é suficiente para alimentar os seis bilhões de seres humanos do planeta. No entanto, destacou, cerca de um bilhão de pessoas passam fome por não ter acesso aos alimentos produzidos.²


Cientistas induzem aumento do tamanho de frutas e vegetais
Ontem (27/05/2015), li a notícia que cientistas conseguiram induzi o crescimento de frutas e vegetais. E fiquei espantado. Seria aquele sonho de 5 anos, uma espécie de premonição? Uma viagem astral “tecnológica”?

Geneticistas mapearam o genoma dos tomates e descobriram o que faz eles crescerem. Embora seja apenas um experimento, os resultados poderiam oferecer uma forma de aumentar consideravelmente o tamanho de outras frutas.

Muitas pessoas consideram o tomate um vegetal, mas na verdade é uma fruta. E como toda fruta, suas flores se desenvolver a partir de uma parte específica da planta, conhecido como meristema. No meristema, uma via conhecida como CLV regula o crescimento da flor. Esta via pode limitar ou estimular certas partes do processo de crescimento, dependendo da modificação.

“O tamanho dos frutos de planta depende do que acontece na parte superior do tronco”, explica a bióloga geneticista Elizabeth Pennisi. “Lá, células não especificadas, chamadas células-tronco se dividem para fazer mais de si mesmos ou especificar-se em partes de plantas específicas.”

Os cientistas descobriram um circuito fechado de realimentação envolvendo dois genes. Um para estimular a produção de células-tronco e outro para manter a produção alta. Este último, chamado CLV, produz o crescimento.

Estudos anteriores descobriram a CLV existe em uma larga variedade de plantas, desde milho até arroz. Isso significa que poderíamos usar essa descoberta para ajustar o tamanho de outras frutas e vegetais.³

Decidi antecipar este post!
Paz a todos!

Fontes:
¹ BBC Earth. Matt Walker. 02/02/2015. O que podemos aprender com os legumes gigantes?. Em: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2015/02/150128_vert_earth_legume_gigante_ml

² Senado. 22/03/2011. Produção de alimentos é suficiente, mas eles são mal distribuídos, diz especialista do Itamaraty. http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2011/03/22/producao-de-alimentos-e-suficiente-mas-eles-sao-mal-distribuidos-diz-especialista-do-itamaraty


³ Revista Galileu. Fernando Bumbeers. 27/05/2015. Cientistas conseguem aumentar o tamanho de frutashttp://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Biologia/noticia/2015/05/cientistas-conseguem-aumentar-o-tamanho-de-frutas.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário